Não prever um salário fixo é um equívoco recorrente.

Separamos um tema para falarmos, que é bastante questionado aqui na EQS Contábil, que é: Como separar a conta pessoal da empresa?

Por isso, vamos abordar algumas características que quase todo empresário tem, quais são as consequências e como fazer diferente. Boa leitura!

Um erro muito comum entre empreendedores e empresários é misturas as despesas pessoais com as despesas da empresa, e ainda, utilizar a mesma conta para gerenciar as duas áreas; como por exemplo, usar um montante referente à empresa para quitar a mensalidade da escola do filho. Essa atitude, segundo especialistas, pode ser determinante entre o sucesso e o fracasso de um empreendimento.

É preciso manter totalmente distanciadas as contas pessoal e empresarial por um simples motivo: identificar com qual setor está se investindo mais na empresa, e conseguir contemplar todas as áreas que envolvem o negócio. Com apenas uma conta bancária para atender às demandas da pessoa e da empresa, é impossível observar as receitas e as despesas em cada fatia.

Não prever um salário fixo é um equívoco recorrente.

Independente da sua condição financeira enquanto pessoa física, possuir um rendimento salarial é estritamente necessário para manter em ordem o controle financeiro nos dois 
ambientes.

Neste momento, entra em cena o pró-labore, que em latim significa “pelo trabalho”, e corresponde à remuneração do administrador por seu trabalho na empresa. Dessa forma, você terá um salário fixo por atuar na empresa, mesmo que ela seja sua e você próprio realize investimentos neste empreendimento. Para isso você pode contar com várias opções:

- Pedir auxílio profissional de um contador de confiança, pois ele poderá te orientar com os primeiros procedimentos para sair do caos financeiro desta mistura de contas, além de lhe informar o que é legalmente válido, no momento de destinar os recursos da empresa.

- O gerente do seu banco também pode lhe passar informações importantes sobre abrir diferentes contas-correntes, até porque os bancos costumam oferecer diferentes possibilidades e recursos para contas específicas de empresa e de pessoa física.

- Outra medida a ser tomada é criar uma rotina administrativa de atualizar todos os números referentes à sua empresa e também às suas finanças pessoais, em ambientes diferentes.

Dessa forma, você irá perceber mais claramente o quanto entra de receita e o quanto de dinheiro é distribuído para cada situação do seu negócio e da sua vida pessoal.

Conteúdo mais antigo